24 de jul de 2013

Vale a pena comprar ou trocar de notebook agora?

Atualmente, em julho de 2013, não vemos mais uma vasta quantidade de notebooks no mercado brasileiro como há 10 meses atrás. O número de modelos está o mesmo e até agora não temos nenhuma novidade. A coisa ainda ficou pior porque os notebooks com processadores AMD praticamente sumiram do mercado, o que torna praticamente a Intel como a única opção disponível. Não que a Intel seja uma má escolha, mas é que sem os notebooks da AMD, ela fica sem concorrentes.



Há aproximadamente uns 10 meses atrás, eu estava sondando o mercado de eletro-eletrônicos e informática( como sempre faço) e naquela época eu via muitas opções e preços bastante atrativos. Irei lhes dá algumas provas disso.


  • Havia notebooks com processadores Intel i7 3632QM da 3ª geração, com 6 GB de RAM, tela de 15,6 polegadas e Windows 8 na faixa dos R$ 1.800,00. Essa configuração realmente é muito boa. Só para ter uma ideia, a capacidade de processamento deste i7 estava no mesmo nível de alguns i5 para desktop.
  • Como todos já sabem, gráficos não é o forte da Intel. Na época os modelos à venda eram os da 3ª geração ( Ivy Bridge) e o processador gráfico deles era ainda da série HD 3000. Este vídeo integrado ou GPU( Unidade de processamento gráfico) dava para as tarefas rotineiras( claro) e alguns jogos mais leves e antigos. Mas quando se tratava de jogar Crysis 2,por exemplo, esta GPU decepcionava. E a decepção não era apenas neste jogo. A maioria dos jogos atuais, mesmo em baixa qualidade não rodava bem com a HD 3000. Em contrapartida havia os notebooks com processadores AMD, que são excelentes também( só perdem da Intel em processamento massivo, o que sinceramente nunca chega a ser usado por usuários não profissionais) e ainda tinham a grande vantagem, que era um bom GPU ( modelos Trinity)
Estes dois motivos acima eram os que, a meu ver, tornavam o mercado equilibrado. A pessoa que queria apenas processamento massivo e não queria muitas exigências gráficas, pegava um note com processador Intel,os que queriam um processador rápido, que faz todas as tarefas,até mesmo as mais pesadas,e ainda queriam uma boa GPU, pegavam notes com processadores AMD. Refiro-me aos A6 e A8.

Qual o cenário atual?

Atualmente, como já foi dito no começo deste post, apenas há notebooks( considerando a análise de grandes varejistas) com processadores Intel. Não que sejam ruins,mas o usuário que quer uma experiência mais completa em termos de computação, fica privado desta possibilidade, já que atualmente os únicos notebooks com processadores da AMD disponíveis são os modelos de entrada( fracos). 

Qual a escolha que devo tomar ?

Bom, de antemão quero deixar claro que a escolha é uma questão pessoal. E esse é o ponto decisivo para ela ser tomada. Na minha opinião, ainda não é tempo de comprar notebooks.Vou explicar o porquê. Como já disse anteriormente os modelos que temos são "antigos" não vemos ainda no mercado modelos de notebooks com os processadores da 4ª geração( Haswell)  da Intel. Uma ressalva a fazer sobre esta geração, é que a parte gráfica desses processadores, segundo benchmarks( testes práticos realizados) está bem superior ao da 3ª geração. Trocando em miúdos, isso significa que nesta geração a Intel oferecerá uma boa solução geral em processadores, que unem processamento muito bom e uma boa GPU. 

Para "apimentar" mais o mercado,a AMD já lançou a um certo tempo nos EUA os processadores da 3 ª geração de APUs ( Richland) que oferece uma experiência gráfica ainda mais potente e teve um incremento considerável de desempenho em processamento.

O problema é que estes modelos ainda não chegaram no Brasil,o que nos priva dos benefícios desta acirrada concorrência. A decisão a ser tomada depende das necessidades de cada pessoal. Irei considerar abaixo todas as possibilidades.


  • Se você já tem um notebook e quer apenas um novo notebook mais potente, pelos motivos explicados acima, a decisão de compra deve ser adiada, já que na realidade você não levaria muitos benefícios em comprar um notebook na situação atual.

  • Se você ainda não tem um notebook e está, de fato, precisando de um, não vale a pena esperar ( claro). Adquira um notebook com processadores Intel 3ª geração ( i3, i5 ou i7, de acordo com a sua necessidade) ou,se achar um AMD A8, que é uma excelente escolha.

  • Se você quer comprar um notebook, mas você já consegue trabalhar ou fazer as suas tarefas em um outro computador e se o fator mobilidade não for necessário neste momento para você,  espere mais um pouco, pelo menos até chegar os novos modelos citados acima.
Atenção

Pessoal, as 3 recomendações descritas acima, com exceção da primeira, estão sendo analisadas considerando a cotação do dólar estável( valor atual) e inflação atuais. Estes fatores econômicos do nosso país também devem ser levados em conta na escolha de compra. 

O que eu acho é que os valores, irão ficar próximos aos encontrados atualmente.

Esperam que tenham gostado das dicas deste post. Curta o Mundo Info no Facebook e fique por dentro de tudo que se passa por aqui.  :)