22 de ago de 2011

China faz cópia pirata do próprio Steve Jobs

Durante apresentação de um novo smartphone, CEO da Xiaomi copiou as vestimentas e trejeitos do executivo da Apple.


Além da imensa população, um dos fatores que torna a China conhecida mundialmente é a capacidade de copiar praticamente qualquer produto. Muitas vezes antes do próprio dispositivo original chegar ao mercado, já há alguma espécie de clone sendo comercializado por um preço muito menor (e com funcionalidade bem mais limitadas).

Talvez como uma tentativa de imitar o mesmo sucesso da Apple, durante o lançamento do smartphone Xiaomi, o CEO da companhia responsável pelo dispositivo decidiu imitar os trejeitos e vestimentas de Steve Jobs. Uma montagem feita pelo site M.I.C Gadget mostra a semelhança entre os dois, deixando clara a inspiração da empresa na hora de montar seu evento de divulgação.


Segundo o site, Lei Jun, CEO da Xiaomi, é um entusiasta da telefonia móvel e durante sua vida já usou aproximadamente 58 dispositivos diferentes. O chinês é um fã confesso da Apple, não escondendo de ninguém sua empolgação quanto à história de sucesso recente da companhia.


Histórico de clonagens

Não é a primeira vez que alguma empresa chinesa usa a imagem de Steve Jobs para tentar vender algum produto. Em outubro de 2010, uma celebridade local de Hong Kong encarnou o papel do CEO da Apple para promover um novo aplicativo para iPhone. Outro caso conhecido é o de uma empresa de Taiwan, que apostou na imagem de Jobs para vender chás.

Outro alvo das clonagens são as lojas oficiais da Apple, que têm desde a decoração até as vestimentas dos funcionários copiadas – o que faz com que muitos dos empregados tenham a ilusão de que trabalham numa loja real da companhia. No começo de agosto deste ano, foram identificadas 22 lojas que utilizavam de forma ilegal o logotipo da empresa de Cupertino.

Fonte: Baixaki